Blog Copagaz
6 de maio de 2019
Categoria:
Comentários (0)

Uso do GLP no beneficiamento de algodão

Já falamos aqui no nosso blog a respeito da versatilidade do GLP e já tratamos de como essa fonte de energia está revolucionando o  agronegócio. Cada dia mais e com mais força, a tecnologia vem mudando e revolucionando formas de cultivo e trazendo benefícios a vários produtos produzidos no campo, sendo que o algodão é um deles. Quer saber mais sobre o uso do GLP no beneficiamento de algodão? Então acompanhe nosso post de hoje.

Pesquisa e avanços

Os maiores avanços do campo são originados dos laboratórios de pesquisa espalhados pelo país. Os estudos sempre acontecem com o intuito de decifrar as melhores formas de se incrementar o processo produtivo e aumentar a qualidade do produto final. Tais investigações buscam analisar como um fazenda ou uma usina, por exemplo, pode se tornar mais produtiva, sustentável e econômica. O uso do GLP na cadeia produtiva tem tudo a ver com esse aperfeiçoamento.

Um dos estudos em andamento é o do IMAmt, Instituto Mato-grossense do Algodão, que tem como objetivo melhorar a qualidade da pluma produzida em Mato Grosso, sendo que seu foco é a gestão da umidade no beneficiamento do algodão — esse processo é realizado após a colheita nas algodoeiras e o seu resultado é a separação da pluma e do caroço.   

A pesquisa vem levantando dados, também, sobre o desgaste dos motores das máquinas que colhem algodão, com objetivo de tornar a gestão da umidade mais eficiente garantindo, assim, a qualidade das plumas. Tal melhora depende de uma cadeia produtiva mais eficiente, e isso passa pelo uso de GLP em equipamentos usados nas usinas.

Mas onde entra o GLP?

Muitas usinas de beneficiamento usam hoje casquinha de algodão como combustível, matéria-prima até certo ponto sustentável, mas não tão eficiente quanto o gás, que é a fonte energética preferida das usinas norte-americanas, verdadeiras referências para esse setor produtivo. Pensando no médio e longo prazo, o custo-benefício da instalação do GLP mostra-se muito vantajosa para os produtores, que podem armazenar grandes quantidades de gás em suas instalações.

E quais são as vantagens?

O uso do GLP como fonte energética para as máquinas que produzem algodão melhora toda a cadeia de produção, facilitando tanto o processo de secagem quanto o de umidificação da pluma. Além disso, o gás melhora a operação do beneficiamento de algodão, diminuindo a necessidade de mão de obra e automatizando o processo, que inclui, também, a extração de sementes.

Com uma umidificação mais eficiente, a qualidade da fibra torna-se melhor. Já na secagem do algodão, observamos um maior e melhor controle da queima em comparação com outras fontes, além de economia de tempo nesse processo. Com o gás, o tempo de secagem pode diminuir em até 30%.

É mesmo muito vantajoso usar GLP no beneficiamento de algodão, não é? Ficou com alguma dúvida? Conte pra gente!


Confira outros posts sobre as vantagens do GLP para o agronegócio

O uso do GLP no agronegócio: secagem de grãos

Como é a instalação e que tipos de cilindros e tanques estacionários de GLP usar no agronegócio?