Blog Copagaz
22 de julho de 2019
Categoria:
Comentários (0)

Uso do GLP em cervejarias

Você sabia que o Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja artesanal do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e da China? São mais de 800 cervejarias artesanais espalhadas pelo país, movimentando um mercado em plena expansão. No post de hoje, vamos abordar o uso do GLP em cervejarias e mostrar que ele é o combustível mais prático, seguro e eficiente para garantir a qualidade da produção e alavancar os negócios.

O mercado cervejeiro

Há dez anos, o país registrava cerca de 70 cervejarias e o consumidor só encontrava marcas populares de cervejas no mercado. Hoje, a realidade é outra. As cervejas artesanais produzidas por micro, pequenas e grandes empresas conquistam cada vez mais os consumidores que estão descobrindo e experimentando novos sabores e aromas da bebida que é preferência nacional.

Tanto que, segundo previsão da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), a indústria de cerveja artesanal deve crescer em torno de 25% por ano no número de fábricas e a tendência é da arte se interiorizar, ou seja, ir para áreas onde é mais difícil encontrar uma cerveja artesanal.

Uso de GLP na fabricação de cervejas

Seja em pequena ou larga escala, a fabricação de cervejas artesanais conta com um potente aliado: o GLP. O alto poder calorífico do GLP e a possibilidade de controle de temperatura tornam o energético o mais indicado para o processo de brassagem ou maceração, que converte o amido dos grãos em açúcares por meio do cozimento do malte.

Tal etapa é de extrema importância para os mestres cervejeiros e requer atenção máxima com a temperatura da água – o que é garantida com a utilização do GLP. Portanto, o uso do GLP na fabricação de cervejas atende com rigor às necessidades de todos os tipos de produtores, dos caseiros às grandes indústrias.

No que diz respeito às grandes indústrias cervejeiras, vale destacar que o GLP tem um papel muito mais amplo no processo produtivo, podendo ser utilizado no aquecimento de água, na geração de vapor e na pasteurização de equipamentos utilizados para engarrafar as cervejas. Quer mais? O GLP também pode ser utilizado em empilhadeiras, refeitórios e laboratórios.

GLP na medida certa

O mais legal de tudo é que a Copagaz tem o gás na medida certa para o produtor de cervejas artesanais, seja ele pequeno, médio ou grande. Para os homebrewers, aqueles que produzem suas bebidas em casa, o botijão retornável de 13 quilos é o mais indicado. Já quem se aventura em uma produção de maior escala pode contar com cilindros transportáveis abastecidos no local de 190 quilos, bem como tanques estacionários de 500 quilos a 60 toneladas de armazenagem.

Aliás, segundo Vicente Longatti Neto, Gerente Nacional Comercial Empresarial da Copagaz, os especialistas da Copagaz possuem o conhecimento técnico apropriado para avaliar a necessidade de consumo de gás, de acordo com o tamanho do empreendimento e o volume de produção. “Dessa forma, eles conseguem dimensionar e instalar a Central de GLP no local mais adequado e com toda a segurança necessária”, ressalta.

Segurança no processo de produção

Qualquer que seja o tipo de abastecimento, o cervejeiro deve atentar para itens que garantem a segurança da produção das cervejas artesanais – principalmente as feitas em casa! – e o bom aproveitamento de toda a capacidade calorífica do GLP. Um fator importante para a segurança é o uso adequado de reguladores de pressão.

A função do regulador é justamente adequar a vazão e a pressão para garantir o perfeito funcionamento dos aparelhos de queima. Para escolher o regulador de pressão mais adequado ao seu processo de produção, é necessário conhecer as características técnicas dos equipamentos, a vazão de GLP requerida, a pressão de utilização e os acessórios instalados.

É importante destacar que, além de garantir segurança ao processo, o regulador também garante uma chama constante e uniforme, assim como um melhor rendimento do equipamento utilizado.

Longatti lembra que a Central de GLP é composta por diversos itens e o regulador de pressão é somente um deles. “Assim, os profissionais qualificados da Copagaz irão sempre aconselhar e dimensionar o que melhor se enquadra ao processo produtivo de cada cliente”, ressalta o gerente.

O GLP chega até você

Os benefícios do uso do GLP em cervejarias não param por aí. Como você viu acima, a tendência do mercado é de expansão, principalmente em regiões interioranas. Portanto, se o seu desejo é se aventurar ou mesmo investir neste surpreendente mundo das cervejas artesanais, esteja você onde estiver, o GLP chega até você.

Por ser facilmente armazenado e transportado e não depender de redes de canalização subterrânea para sua distribuição, o GLP possui alta capilaridade, marcando presença em todo o território nacional. Um diferencial que o energético acessível, democrático e, melhor de tudo, perfeito para a sua cervejaria!

Que tal se debruçar mais sobre as vantagens do GLP em cervejarias? Venha conversar com os especialistas da Copagaz! Agende uma visita pelo site ou ligue no 0800 7072672.