Copagaz + Liquigás: conheça detalhes da união das empresas - Copagaz
Blog Copagaz
18 de fevereiro de 2021
Categoria:
Comentários (0)

Copagaz + Liquigás: conheça detalhes da união das empresas

A Copagaz tornou-se líder absoluta do segmento de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) no Brasil ao adquirir a Liquigás, em consórcio com a Itaúsa e a Nacional Gás Butano. A compra foi anunciada em novembro de 2019 e aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aproximadamente um ano depois.

O encerramento da transição também marca a entrada da Itaúsa como detentora de 49% do capital social e votante da companhia, enquanto a Nacional Gás Butano assume 18% das vendas da Liquigás e o grupo recém-formado continua a ser controlado pela família Zahran.

Juntas, as empresas iniciam uma nova fase de crescimento no setor de energia do País, formando uma estrutura robusta de alcance nacional, com operações em 24 estados e Distrito Federal, cerca de 90 mil colaboradores diretos e indiretos e receitas líquidas anuais de R$5 bilhões — tudo isso conduzido com a visão estratégica e a eficiência que fizeram da Copagaz uma referência no setor, além da governança corporativa do mais alto nível.

A indústria de GLP abastece 95% dos domicílios brasileiros e está presente em 100% do território nacional. A abertura do mercado e o aumento da competição no setor posicionam o GLP como alternativa cada vez mais atraente para diversos setores da economia, um fenômeno que tende a se acentuar nos próximos anos. Segundo dados oriundos da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e da consultoria Argus, apenas o agronegócio norte americano consome o equivalente a todo consumo a granel de GLP no Brasil. “Acreditamos que o GLP será a energia de transição, que nos levará dos combustíveis fósseis para um mundo onde boa parte da energia virá de fonte renovável” diz Pedro Zahran Turqueto, Vice Presidente da Copagaz.

Além da aquisição, a Copagaz anunciou recentemente um novo planejamento estratégico. A empresa vai investir em outras fontes de energia com baixa emissão de carbono, mantendo o foco no mercado de GLP enquanto expande suas frentes de atuação, e criar um grupo de energia mais dinâmico, diversificado e com exposição a diversos mercados.

“Quando buscamos uma empresa para investir, procuramos excelência operacional, e um time com valores éticos e sonho grande. Encontramos tudo isso na Copagaz”, conta Alfredo Egydio Setubal, presidente da Itaúsa.

As empresas, ambas familiares e de capital brasileiro, agora se interseccionam em um só grupo — que engarrafa, distribui e comercializa o GLP com segurança e eficiência.

A Copagaz acumula décadas de experiência e tradição na missão de levar gás a todos os lares do País. Fundada pelo empresário Ueze Zahran em 1955, na cidade de Campo Grande, a Copagaz tem uma tradição que abrange gerações e gerações de famílias brasileiras. 

A Liquigás, por sua vez, também é uma pioneira. Com presença consolidada nos lares e no imaginário popular desde os anos 1950, a admirável companhia sempre esteve ligada ao que há de mais moderno e sofisticado para cumprir seu objetivo. Na década seguinte, por exemplo, ela modernizou o mercado ao trazer ao Brasil os Carrosséis Eletrônicos Mássicos, um sistema de engarrafamento de gás em botijões de 13 kg. Em sua trajetória, a Liquigás nunca deixou de se expandir, inovar e ser reconhecida pela eficiência. 

Juntas, Copagaz e Liquigás unem forças em meio a este momento histórico para o mercado de energia e fazem jús aos seus DNA’s: trabalhando, adaptando-se às mudanças e acreditando no futuro.